AMAN75-83
O tema é: Brasil em perigo

Índios

Por: LAURO ELEMAR PFEIFER - CAP
Em: 18 de JANEIRO de 2014



Porto Alegre-RS, 16 JAN 2014



Senadora Ana Amélia,

O Congresso Nacional precisa urgentemente repensar e tomar uma atitude radical no caso indígena. É preciso mudar o foco e parar de “endeusar” e “paparicar” os índios, porque eles por si só já se julgam acima da Constituição Brasileira. Em 1º lugar, os índios deverão ser enquadrados como BRASILEIROS e posteriormente como índios, a exemplo de todos os brasileiros que integram essa grande Nação. No Brasil vivem e trabalham atualmente representantes de todos os Países estrangeiros. Aqui em nosso País temos Coreanos, Chineses, Japoneses, Russos, Árabes, Americanos, Italianos, Alemães, Holandeses, Espanhóis, Cubanos, Argentinos, Paraguaios, Uruguaios, Egípcios, Muçulmanos, Xiitas, Israelenses, etc. e todos foram muito bem recebidos, no entanto, todos foram imediatamente enquadrados na nossa Carta Magna, a Constituição Brasileira, ou seja: submetidos aos deveres e obrigações, estudam, trabalham, constituem famílias, pagam impostos, usufruem do direito a lazer e assim sucessivamente. Se algum deles infringir as legislações vigentes, será punido na forma da lei.

Já os nossos ÍNDIOS se julgam como “extraterrestres” figuram acima da Constituição Brasileira, confundindo LIBERDADE com “LIBERTINAGEM” e DEMOCRACIA com “DEMAGOGIA”. A prova mais concreta está na cobrança de PEDÁGIOS em Rodovias Federais, em benefício próprio, só porque essas Rodovias atravessam os “tais Territórios Indígenas”, o que é um abuso e absurdo descabido. Para piorar e me enojar mais ainda, ouvi e assisti reportagem veiculada na Edição do Jornal Nacional da 2ª ou 3ª feira (6 ou 7 JAN 14), onde o Comandante Militar da Amazônia sugere, veja só, SUGERE que os índios parem de cobrar pedágios, porque seria melhor para todos. Que País é esse, que desmando é esse, e onde pretendemos chegar com esta pouca vergonha?

Essa declaração do Comandante Militar da Amazônia nos leva a crer que perdemos o controle sobre os índios e assim eles poderão seguir com seus planos cada vez mais ousados, vendendo e exportando nossas riquezas, por exemplo: Pau Brasil, minerais existentes nos demarcados Territórios Indígenas, um verdadeiro descalabro. Tenho conhecimento que nos Territórios Indígenas existe um mineral chamado “NEÓBIO” que segundo especialistas é muitas vezes mais resistente que o Alumínio e outras tantas vezes mais leve que o próprio Alumínio. Nos Territórios Indígenas, existem muitos outros minérios, além da riqueza em fauna e flora. A pergunta que não quer calar: Porque existe tanta pressão estrangeira para demarcação e proteção de áreas indígenas, por acaso não existe interesse na exploração dessas áreas, pelas riquezas naturais lá existentes? Por exemplo, a NASA Americana não está interessada nesse minério (Neóbio)? E o nosso País, porque não explora essas áreas e usufrui daquilo que ainda é nosso, já que num futuro próximo não saberemos se ainda tem alguma coisa útil para ser explorado e aproveitado, uma vez que tudo está por conta e risco dos índios, eles fazem o que bem entendem das nossas riquezas, um absurdo total.

Sugiro que o Congresso Nacional enquadre urgentemente o ÍNDIO como sendo BRASILEIRO, com Deveres, Obrigações e Direitos idênticos aos demais brasileiros aqui residentes. Chega de IMPUNIDADES e “PAPARICAÇÕES” em favor dos ÍNDIOS.

Com um respeitoso abraço,

Lauro Elemar Pfeifer – Brasileiro Nato INDIGNADO