AMAN75-83
O tema é: Brasil em perigo

AINDA HÁ TEMPO! INTERVENÇÃO JÁ!

Por: NEY DE OLIVEIRA WASZAK - CEL
Em: 25 de FEVEREIRO de 2014

O movimento comunista é contínuo, tentaram tomar o Brasil em 1935, a partir de 1960 e após a CONTRARREVOLUÇÃO DEMOCRÁTICA DE 1964.

Já nos anos de 1960 os vendilhões da pátria lançaram a metodologia gramscista, ocupando espaços no meio artístico, acadêmico, político e na máquina governamental. Mesmo com a Redentora o movimento não foi interrompido, pois havia liberdade, a ditadura era somente para os terroristas e bandidos.

Cumprindo a metodologia, estamos na fase de provocar a justificativa para não somente a tomada do governo, mas a tomada do poder.

Mais ainda falta a revolução, onde a população aceite, o governo bolivariano.

Para atingir o objetivo a luta de classes está sendo difundida, e fica evidenciada na divisão dos brasileiros em: brancos, negros, índios, quilombolas, agricultores e policiais.

Dentro deste conceito é desejado que haja vítimas, de preferência provocada por forças legais. Índios invadindo fazendas, quilombolas ocupando terras, mst provocando assaltos e destruição em fazendas particulares ou de pesquisa sem que sejam responsabilizados.

Está faltando pouco para que os comunopetistas com suas forças armadas, isto é, mst, via campesina, cimi e farc, tentar legitimar a promulgação do Brasil sob domínio de Cuba, com o título de república bolivariana.

Vejamos o exemplo da Venezuela, onde o processo é semelhante:

1. Ocuparam o governo.

2. O governo com ações populistas e com as chamadas ações sociais e de minorias, com distribuição de benesses procurou o apoio da população menos assistida e ignorante, formal e politicamente.

3. Favorecimento internacional entre países com governos ditatoriais, na América Latina, na Ásia e na África.

4. Criar grupos aparentemente antagônicos para que não haja opção de escolha ao cidadão;

5. Com base na escola de Frankfurt, propagar o politicamente correto, ou o marxismo cultural, os camponeses são bons mais a burguesia e os capitalistas são maus;

6. Cerceamento dos meios de comunicações.

Para ter uma ideia do que ocorre na Venezuela assista aos vídeos abaixo:

Graça Salgueiro em entrevista a Bruno Garschagen sobre a ditadura socialista na Venezuela, clique e assista

General Angel Vivas, clique e assista



No Brasil já vemos que os passos acima descritos já foram dados, e chama atenção as ações do pessoal ligado ao governo e da própria presidente:

1. Denegrir as Forças Armadas (FFAA);

2. Não divulgar os avanços realizados, em todas as áreas, pelos governos contrarrevolucionários;

3. Ficar repetindo que houve tortura e que os terroristas desejavam democracia, já tem gente que acredita, conforme afirmava Goebbels: “ Uma mentira repetida mil vezes se torna verdade”

4. Enaltecimento de governos ditatoriais principalmente o de Cuba;

5. No inicio do governo de lula, o enriquecimento de seu filho não foi investigado;

6. Perdão de dívidas dos referidos governos;

7. Financiamento do BNDES e Caixa Econômica aos mesmos governos, em detrimento às necessidades brasileiras;

8. Participação da presidente em reunião de partido comunista, onde a bandeira do Brasil está abaixo e atrás da flâmula comunista;

9. A logomarca da copa com o ano 2014 na cor vermelha;

10. Reunião de ministra com representantes da Oab e outros comunistas, em uma solenidade onde o Hino Nacional Brasileiro foi trocado pelo hino comunista, a internacional socialista.

Não se engane! A grande maioria dos políticos, independentemente dos partidos, são esquerdistas que trabalham na mesma direção. Não acredito em Fernando Henrique Cardoso e espero que o Aécio não se contamine, se já não o foi.

A luminar Marina da Silva, teve a coragem de afirmar, na propaganda do seu partido que ela está pronta para agir onde o MUNDO NECESSITAR, juntamente com a aquela Marta “relaxa e ...” chega a comparar o luladrão à Deus, isto é o culto a personalidade típica do comunismo.

Não vou me alongar, mas se o dito acima não é razão para que algum poder ou mesmo as FFAA, com base no artigo 142 de constituição, interfira no executivo o que é necessário?

Chegarmos onde chegou a Venezuela?

Para concluir, penso que havendo a intervenção conforme as leis, que seja estipulado que esses marginais e terroristas que militam na política, fiquem definitivamente expulsos e sem nenhum benefício a não ser uma aposentadoria com o salário mínimo. Porém se chagarmos ao que está chegando a Venezuela, minha sugestão é para fazermos com os terroristas, o que o país que tomam como exemplo, Cuba, fez com os vencidos e os amigos que discordaram das ideias de Fidel Castro e Guevara.