AMAN75-83
O tema é: Brasil em perigo

O que o brasileiro está esperando?

Por: NEY DE OLIVEIRA WASZAK - CEL
Em: 17 de DEZEMBRO de 2015

Cheguei à conclusão que minha ignorância é maior do que eu pensava.

A verdadeira história recente do Brasil nos mostra que a esquerda tenta tomar, não somente o governo, que já tomaram, mas também o poder, que ainda falta.

Esta história verdadeira mostra que os atuais governantes e políticos pertencem aos seguintes grupos: terroristas que assaltaram, roubaram, explodiram bombas e sequestraram aviões, ou seja, provocaram uma luta armada em nosso território, com o objetivo de transformar o Brasil numa república comunista; seguidores desses bandidos apátridas, por ideologia ou por razões financeiras pessoais; os que sofreram lavagem cerebral, facilmente comprovado, e não aceitam os argumentos lógicos; e os que procuram se beneficiar de alguma forma, são aqueles que vão para onde as vantagens são maiores.

Nossa sociedade pode observar que a esquerda tem uma exasperada necessidade de contar os fatos de forma deturpada, e se elegerem salvadores do Brasil. O pior é que conseguiram manipular a juventude, inicialmente usando os artistas promovedores do comunismo, verdadeiros hipócritas, a mídia comprada e a máquina do governo.

Essa turba mencionada é a que levou nosso Brasil à falência e a ridicularização.

Não podemos deixar de agregar a tal turba os chamados artistas de esquerda, que a promovem, por receber polpudas recompensas, principalmente pela lei Rouanet, que libera altas verbas para artistas que não necessitam, porém nos centros de pesquisa não existe verba para financiá-los.

Quem já leu a respeito da doutrinação comunista e suas estratégias e táticas, fica apavorado, pois o último estágio para que tomem o poder é o estabelecimento do CAOS, e onde estamos?

O que farão após a tomada do poder? Quem não deseja se dedicar a profundos estudos, basta ler a história dos países comunistas para confirmar que a primeira providência é se livrar (matar), os ideólogos e possíveis opositores, isto não é opinião é fato histórico.

Estamos vivendo um momento, em que uma investigação está confirmando que o governo e políticos, além dos apadrinhados e cúmplices, há 13 anos, desde que o pt assumiu o governo, se apropriam do erário em seu proveito e usam as instituições financeiras do governo para seus benefícios e promoções, sem esquecer do comprometimento corrupto entre governo e empresas particulares.

O que se conhece hoje, permite que se afirme:

A ROUBALHEIRA FOI ORGANIZADA PELOS DIRIGENTES MAIORES.



As investigações chegaram aos mandatários e já aparece uma ação política, para tentar expulsar os apátridas, porém a esquerda reage, tal reação é defender os bandidos que se intitulam democratas e defensores do povo, o que corrobora com o treinamento para a implantação do comunismo.

É vergonhoso assistir políticos, muitos dos quais partícipes das falcatruas e até já listados na operação “lava-jato”, tentarem justificar e até elogiar o governo do pt, inclusive enaltecendo o apedeuta, com justificativas, as mais estapafúrdias, feitas com uma eloquência nada digna, envergonhando os oradores Demóstenes e Cícero.

Infelizmente o único partido brasileiro que sabe, porque aprendeu na doutrina comunista, convocar manifestações, são os partidos de esquerda. Para isso foram criados os chamados movimentos sociais, que na realidade compõem o exército de stédile. Tal exército é composto daqueles mencionados acima e os que fazem qualquer coisa por um “sanduíche de mortadela”. Pode ser observado que os manifestantes, a favor de dilma, que comparecem em horário de trabalho, ou são vagabundos ou a manifestação é o trabalho.

Soma-se a isso o controle da mídia, que se vende e não percebe, ou não que perceber que já fora anulada, e após a tomada do poder será estagnada.

Pelo escrito acima não entendo o motivo da maioria dos brasileiros, que são sérios e responsáveis, não exigirem uma intervenção, pelo Judiciário ou Legislativo, ou até mesmo militar.

Falo em intervenção, por acreditar que para resolver a questão e não mais permitir que se repita, é necessário uma nova constituição, uma reforma política e econômica e aos políticos não interessa alteração nos “modus operandi”.

Por tudo isso a pergunta:

O QUE O BRASILEIRO ESTÁ ESPERANDO PARA EXIGIR A INTERVENÇÃO?